No mundo corporativo, é comum ouvir falar sobre equipes e funcionários “engajados”. Isso porque uma equipe engajada traz diversos benefícios para um negócio. A produtividade aumenta significativamente, e os profissionais engajados dão o seu melhor para atingir os objetivos e metas da empresa. Já os clientes percebem a dedicação e o cuidado no trabalho e acabam sendo fidelizados.

Mas afinal o que significa ter uma equipe engajada?

Uma equipe engajada envolve mais do que a identificação do colaborador com a empresa, seus relacionamentos, recompensas, e o valor do salário (mas esses também são fatores importantes). Ter funcionários engajados significa muito mais do que ter pessoas motivadas e satisfeitas em sua equipe.

Mesmo que a empresa se esforce para manter um bom salário, ter um sistema de bonificação, e dar autonomia de horários, o colaborador pode ainda sim, não estar engajado. Ou seja, pode não se dispor a realizar tudo o que poderia pelo empreendimento.

Além de satisfeitos, funcionários engajados são aqueles que compreendem fazer parte de algo maior. Eles partilham dos mesmos objetivos com a empresa, têm papéis bem definidos com metas específicas e perspectiva de crescimento constante. Por isso colaboradores engajados desenvolvem ideias e projetos com mais autonomia e responsabilidade, e identificam um senso de colaboração dentro do ambiente de trabalho.

Assim, aquele membro considerado engajado está mais do que satisfeito. Ele tem uma relação de identificação tão grande com o negócio que passa a fazer dos objetivos da empresa os seus próprios. Trabalha não somente pelos benefícios, mas porque se sente empenhado a construir o futuro da organização juntamente aos seus gestores. Percebeu a diferença? Isso muda tudo!

Qual é o preço de uma equipe não engajada?

Em um artigo o co-fundador da Go Good, Vitor Bruxel, afirma que no Brasil o preço pago pelas empresas seja de aproximadamente 150 bilhões por ano, por falta de engajamento das equipes. Afinal um colaborador que não está engajado, produz muito menos.

Outras estatísticas que foram divulgadas pelo blog americano Acess Perks, revelam que a falta de engajamento é um problema global. Em uma pesquisa realizada em 2017, foram obtidos os seguintes resultados:

  • 34% dos funcionários disseram querer sair do cargo atual no próximo ano,
  • 46% aceitariam um novo emprego se tivessem oportunidade e
  • 86% tinham expectativas de serem mais felizes do que são no seu trabalho atual.

Portanto, é possível perceber que a falta de engajamento e a dificuldade de reter talentos, são problemas enraizados e que abrangem todo o mercado. Já deu pra entender como ter uma equipe engajada é muito importante para qualquer negócio né? Por isso a Gente separou algumas dicas fundamentais para você aumentar o engajamento dos seus colaboradores, clique aqui para ter acesso ao E-book!

 

Acompanhe a Gente!

  Youtube

 Facebook

 Linkedin

 Instagram

Para mais informações entre em contato com a Gente Mais:
Fone: (14) 3227-9558 | (14) 3214-3335
Email: [email protected]
Endereço: Rua Engenheiro Saint Martin, 23-40
17012-056 – Bauru / SP