Coluna: Conflito ZERO nas Lideranças Corporativas

Pior do que ter conflitos é fingir que não tem e achar que tudo vai terminar bem.

Texto por Marivel Duncan – Colunista Gente Mais especialista em Resolução de Conflitos

Tempo estimado de leitura: entre 4 e 5 minutos

O conflito faz parte da vida. É natural ter conflitos e devem servir para o crescimento e aprendizagem. Quando assim ocorre há conflito zero.

Quando não os enfrentamos, resolvemos e aprendemos com eles, os conflitos começam a se acumular em nossas vidas, enquanto nós apenas negamos suas existências.

Talvez você conheça alguém que já relatou algum problema com colega ligado à empresa que trabalha. Trocar relatos da vida pessoal pode até ser revigorante, mas não costuma ajudar na resolução do problema em si.

Quando os conflitos não são resolvidos na própria empresa, especificamente dentro de sua equipe, eles serão contados na fila do restaurante ou na mesa de alguma lanchonete.

Neste momento há um distanciamento inconsciente daquele que está contando sua versão problemática para com a empresa e com os demais envolvidos na situação. Portanto, permanecer com o conflito não é a melhor opção. De alguma forma ele será externalizado com amigos ou familiares que não estão ligados à situação ou podem ser internalizados e, eventualmente, somatizados com sintomas físicos.

Então, por que não resolver os conflitos dentro da própria equipe?

Conflitos não costumam ser solucionados pelos próprios líderes, todavia, já urge uma necessidade de modificar esta situação.

Isto acontece porque a liderança não está preparada para unir seus colaboradores e transformá-los em uma sólida equipe conectada e confiável.

Enquanto houver salas separadas, sem interação entre o líder e cada membro de sua equipe, não haverá crescimento no relacionamento entre os colaboradores. Pessoas são o maior ativo nas corporações, principalmente das que trabalham com prestação de serviços. Se quiser fidelizar seus clientes, é preciso transparecer confiança. Se quiser uma equipe comprometida, o líder precisa estar comprometido com cada um de sua equipe. Se quiser uma equipe conectada, com bons relacionamentos, o líder precisa estabelecer relações com todos, além de se reunir com todos em conjunto. E ouso finalizar este tópico dizendo que todos nós somos líderes e bons em algum talento específico, basta analisar com uma lente de aumento, zerar os conflitos internos para deixar sobressair a liderança naturalmente.

Mas se você não consegue ser líder de si em determinado aspecto, saiba aceitar ajuda, confie nos seus colegas, confie no seu líder. O máximo que pode acontecer é você descobrir que alguém não merece sua confiança, neste caso você fez uma grande descoberta e pode seguir em frente.

O líder bem treinado em resolução de conflitos pode auxiliar demasiadamente no ativo de pessoas em sua equipe.

O problema de relacionamento entre dois colaboradores vai ser descoberto e resolvido quando o líder se interessar pela vida de cada um. Esta é a regra de ouro!

É possível o líder ter conflito zero no relacionamento intra e interpessoal seguindo os seguintes preceitos:

  1. Seja um líder conectado consigo e com sua equipe

1.1  Tenha empatia por si mesmo

1.2  Tenha empatia pelo outro

1.3  Pratique o autoconhecimento

1.4 A equipe está se perguntando o tempo todo: Posso confiar no líder? Ele se preocupa comigo?

1.5 Mais importante que o discurso do líder é ser quem realmente ele é.

  1.  Desenvolva as habilidades sociais

2.1 Comece dando algumas voltas nos setores de sua equipe.

2.2 Tome um café com eles.

2.3 Ouça suas histórias

  1. Comunique-se com sua equipe:

3.1 Além da comunicação coletiva, é preciso o líder se comunicar de forma individual com sua equipe.

3.2 Comunique-se com sua equipe assim que uma crise se instalar na Corporação.

Assim, você demonstra que confia neles.

Eu não estou afirmando que a vida será sempre fácil e sem conflitos, mas as lideranças podem chegar muito próximas deste resultado. Ignorar conflitos e deixar que eles se alastrem causará, indubitavelmente, perda de foco e engajamento. Equipes conectadas e confiáveis performam e muito melhor.

Siga-me no LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *