Para que serve a nossa autoestima? Como ela contribui em nossos resultados? Para podermos falar um pouco sobre isso, preciso explicar antes como acontece o processo para se ter a autoestima elevada.

A autoestima é a junção de três fatores principais: AUTOCONHECIMENTO, AUTODESENVOLVIMENTO e AUTOACEITAÇÃO.

Mas o que significa isso tudo?

Para que você possa desenvolver a elevação da sua autoestima, é muito importante que você se conheça, que você saiba os seus pontos fortes e fracos – mas não somente para que você possa se sentir confortável com tudo isso, mas principalmente para que você possa passar para a segunda etapa, que é o processo de autodesenvolvimento.

Uma vez que sabemos no que somos bons e nossas limitações, conseguimos traçar um plano de desenvolvimento, que não deve ser delegado à organização, à sociedade ou a qualquer outra responsabilidade que não seja a sua própria. Você precisa rotineiramente buscar o seu autodesenvolvimento para melhorar a sua performance.

Buscando o autodesenvolvimento, você chega, enfim, na terceira etapa do processo da autoestima, que é a autoaceitação. Você começa a compreender que há coisas que você faz muito bem porque gosta de fazer e outras que você não faz tão bem porque você não gosta. E isso não tem nada de errado! Cada pessoa pensa e gosta de coisas extremamente diferentes. Você só precisa descobrir quais são os seus talentos para que você possa investir tempo principalmente neles, e não necessariamente somente nas suas dificuldades. A autoaceitação, portanto, nos ajuda a ter um pouco mais de paciência com nós mesmos e a respeitar mais os nossos limites.

Quando você chega nesta curva da autoaceitação, geralmente sua satisfação consigo mesmo (ou seja, sua autoestima) está em índices elevados. Mas não se engane! Nós não conseguimos manter nossa autoestima elevada o tempo todo, é necessário sempre reiniciar todo o processo de autoconhecimento, autodesenvolvimento e autoaceitação, para chegarmos novamente na autoestima, formando pequenos ciclos.

Portanto, não se cobre estar o tempo todo satisfeito consigo mesmo, pois essa insatisfação te leva ao desenvolvimento. Apenas mantenha o respeito com os seus limites e o foco de seu desenvolvimento em uma coisa de cada vez, para assim conseguir ter uma vida muito mais feliz e recompensadora.

 

Veja este artigo em vídeo:

 

 

Veja outros vídeos em nosso canal no Youtube! 🙂