Para tomar decisões acertadas, inteligentes e que possam gerar bons resultados para o negócio, é necessário ter embasamento. Portanto, é preciso contar com informações que permitam bom conhecimento sobre o mercado de atuação da empresa. Acima de tudo a análise de dados é fundamental nesse processo.

Além dessa análise de mercado, entender as razões para a queda das vendas, do faturamento e do lucro é muito importante. Mas existe uma análise de grande relevância que muitas vezes é ignorada. Entretanto análise das ações da sua empresa, é extremamente necessária. Apenas assim é possível saber o que realmente está dando certo e contribuí para a melhora dos resultados, a fim de descobrir aquilo que está dando errado e impede o progresso do faturamento.

Acompanhe indicadores de desempenho

Muitas pessoas que acreditam que a gestão de indicadores seja algo apenas para grandes organizações, o que é um erro. Os indicadores de desempenho devem ser considerados desde o começo do seu negócio, pois são essenciais para dar à empresa uma base sólida para que a estrutura e a organização dos processos sejam criadas. Além de serem fundamentais no embasamento das tomadas de decisão necessárias em uma empresa, é um recurso extremamente vantajoso para a gestão.

A área de vendas também pode utilizar um Indicador Estratégico de Faturamento para conseguir controlar melhor se a meta de vendas está sendo atingida a cada mês, bem como sua evolução ao longo do tempo. Entretanto caso perceba-se que a meta não esteja sendo batida e por consequência a empresa não esteja conseguindo obter lucros, os indicadores servirão como base para tomadas de ação a fim de reverter o cenário.

Assim é possível saber qual Canal de Vendas está gerando mais lucro e as menores variações em relação ao que foi planejado. Ademais, também é possível avaliar os índices de produção de cada funcionário, comparando as porcentagens dos melhores colaboradores, com as daqueles colaboradores que estão com o rendimento baixo.

People Analytics

O relatório anual de tendências de Capital Humano de 2017, estudo conduzido pela Deloitte, é uma pesquisa que abrange mais de 10.000 líderes de negócios e líderes de RH em 140 países. Embora o recurso seja amplamente utilizado, existem áreas que se destacam. De acordo com esta pesquisa, o People Analytics está sendo utilizado com maior frequência pelas empresas nesta ordem:

  1. Recrutamento
  2. Medição de desempenho
  3. Remuneração
  4. Planejamento da força de trabalho
  5. Retenção

Você não precisa começar com algo extraordinário! Todos já ouviram que o ótimo é inimigo do bom, pois então imagine os insights que você poderia extrair dos dados que já possui no RH.

Aqui serão apresentadas algumas ideias de relacionamento de dados que você poderia explorar como People Analytics em sua empresa:

  • Compare as características do seu pessoal de alto desempenho versus os de baixo desempenho.
  • Verifique as diferenças entre suas funções mais críticas e sua força de trabalho temporária.
  • Aprofunde a relação entre o engajamento dos colaboradores e a sua rotatividade.
  • Investigue se a remuneração variável impacta no engajamento dos colaboradores.
  • Avalie se a composição da equipe influencia a produtividade da equipe.
  • Descubra como a satisfação do cliente é impactada pelo envolvimento dos funcionários.
  • Constate se a produtividade é impactada por horas extras.
  • Identifique o que causa a licença por doença de longa e curta duração.
  • Mensure os fatores que levam a melhor eficiência de uma unidade de negócios.
  • Apure quais comportamentos provocam mais ações trabalhistas.
  • Examine o turnover entre os empregados com menos de dois anos de casa.
  • Analise o índice de promoções entre as mulheres para posições de liderança.
  • Inspecione quais aspectos da empresa mostraram evolução após o treinamento realizado com as equipes.
  • Certifique-se dos fatores que levaram uma pessoa específica da equipe a se destacar mais do que seus colegas no último semestre.
  • Apure os motivos que levam algumas lideranças a terem resultados superiores as outras.
  • Observe a diferença dos colaboradores de alta performance do marketing com os de alta performance da empresa

São questões como estas que o People Analytics te ajudará a responder. Elimine as crenças em “verdades corporativas” e se antecipe aos problemas, em vez de reagir quando eles aparecem. Investir no setor comercial, ou em um marketing mais forte?

Qual a melhor opção? Só os dados podem te dar a resposta!

Portanto, o que para algumas empresas já é realidade, para outas isso acontecerá somente no futuro. O conhecimento gerado pelo uso do People Analytics criará novas formas de organizar as pessoas e melhorar radicalmente o modo de trabalhar. Contudo no Brasil há uma clara demanda por um RH mais estratégico. Afinal com o apoio do People Analytics muitos dos líderes de RH conseguirão encontrar as melhores métricas e utilizá-las em suas organizações.

Um novo direcionamento para o People Analytics tem trocado a equipe de RH focada em análises avançadas para uma equipe de análise direcionada aos resultados do negócio.

Há também uma mudança de foco, onde não nos concentramos mais somente em tópicos como retenção, engajamento, aprendizado e métricas de recrutamento. Mas em problemas comerciais, tais como produtividade de vendas, efetividade da força de trabalho, retenção de alto potencial, padrões de acidentes e outras necessidades.

Acompanhe a Gente!

  Youtube

 Facebook

 Linkedin

 Instagram

Para mais informações entre em contato com a Gente Mais:
Fone: (14) 3227-9558 | (14) 3214-3335
Email: [email protected]
Endereço: Rua Engenheiro Saint Martin, 23-40
17012-056 – Bauru / SP