A Tipologia Myers-Briggs: Conheça o Teste de personalidade MBTI!

Venha conhecer a fundo o teste de personalidade MBTI que virou tendência recentemente e como ele pode ajudar na sua empresa.

Tempo de leitura estimado: entre 5 min 30 s e 7 minutos.

Texto por Diego Taketsugu*

É possível que você já tenha visto – e até mesmo feito – o teste de personalidade MBTI na internet recentemente. Mas o que é esse teste e como ele pode ajudar você a se conhecer e conhecer a sua equipe de trabalho melhor?

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), duas professoras estadunidenses, Isabel Briggs Myers e sua mãe Katherine Myers, criaram o teste de personalidade MBTI, baseando-se no trabalho do psicólogo suíço Carl Jung. Os objetivos centrais da invenção das professoras eram auxiliar as mulheres que estavam trabalhando na indústria militar a entenderem quais posições de trabalho seriam mais adequadas às suas personalidades e ajudar a promover uma cultura da paz, fazendo com que as pessoas se conhecessem melhor e entendessem suas diferenças, sem conflitos.

Perceba, portanto, que o teste foi criado tendo em mente duas coisas que são fundamentais em qualquer empresa nos dias de hoje: produtividade e harmonia entre as pessoas. Por isso, ele é tão útil e válido ainda nos dias atuais.

As 4 dimensões do teste MBTI

O teste de personalidade MBTI é baseado em 4 dimensões, sendo que cada uma possui duas extremidades opostas. Quando se aplica o questionário, a pessoa é situada em um ponto entre as duas extremidades de cada dimensão. A combinação da posição que a pessoa teve nas 4 dimensões irá classificá-la como uma das 16 personalidades existentes. As 4 dimensões e suas extremidades são:

  • Fonte de energia
    • Extrovertidos (E): Pessoas que se sentem mais confortáveis e energizadas na presença de outras pessoas. Extrovertidos tendem a agir antes de pensar;
    • Introvertidos (I): Pessoas que se sentem mais confortáveis e energizadas quando se engajam em projetos solitários. Geralmente, pensam mais antes de agir;
  • Modo de Perceber o Mundo
    • Sensoriais (S): Pessoas que tentem a perceber o mundo através de coisas concretas, perceptíveis aos 5 sentidos;
    • Intuitivos (N): Pessoas que têm suas consciências voltadas para o abstrato, para o intangível;
  • Maneira de Avaliação, Julgamento, Decisão e Organização
    • Racionalistas (T): Pessoas que sempre tentam agir de maneira mais racional e lógica. Buscam argumentos racionais para discussões e defender suas atitudes;
    • Sentimentalistas (F): Pessoas que sempre se baseiam em coisas abstratas como valores e sentimentos, pode-se dizer que estes “agem com o coração”;
  • Estilo de vida
    • Julgadores (J): Pessoas que gostam de regras claras, de planejamentos e de viver uma vida bem roteirizada. Se sentem bem à vontade lidando com decisões já tomadas e um rumo claro a seguir;
    • Perceptivos (P): Pessoas que gostam de regras mais flexíveis e improvisações, a famosa “gambiarra”. Gostam de viver de maneira livre e aberta à adaptações de último momento. Se sentem mais à vontade com opções em aberto e sem um planejamento fixo.

As 16 Personalidades

Podemos separar as 16 personalidades em 4 grupos, de acordo com as suas características

Analistas

  1. Arquiteto (INTJ): Criativos e estrategistas, os Arquitetos gostam de ter tudo bem planejado. Exemplos: Michelle Obama, Vladimir Putin;
  2. Lógico (INTP): Criativos e inventivos, neste grupo estão os mais logicamente precisos e alguns dos mais importantes inventores da História. Exemplos: Albert Einstein, Isaac Newton, Bill Gates;
  3. Comandante (ENTJ): São líderes extremamente criativos e ousados, além de muito carismáticos. Exemplos: Margareth Tatcher, Steve Jobs;
  4. Inovador (ENTP): Muito curiosos, os Inovadores estão sempre à busca de desafios, adorando discussões. Exemplos: Tom Hanks, “O Coringa” de Batman

Diplomatas ou Idealistas

  1. Advogado (INFJ): Sempre seguem seus valores pessoais, tentando trazer benefícios para todos ao seu redor. Exemplos: Nelson Mandela, Martin Luther King Jr.;
  2. Mediador (INFP): São muito tímidos, calmos e reservados. Buscam sempre ver o melhor de cada situação e seguem fielmente seus princípios. Exemplos: William Shakespeare, Julia Roberts;
  3. Protagonistas (ENFJ): Líderes de altíssimo carisma e habilidade de influenciar pessoas. São altruístas e bons comunicadores. Tendem a confiar demais nos outros. Exemplos: Barack Obama, Oprah Winfrey
  4. Ativistas (ENFP): Criativos, muito entusiasmados e sociáveis. Podem ser considerados verdadeiros espíritos livres. Exemplos: Will Smith, Robert Downey Jr.;

Sentinelas ou Guardiões

  1. Logístico (ISTJ): Gostam de praticidade, são confiáveis, dedicados e tendem a se irritar com indecisão. Exemplos: Angela Merkel, George Washington
  2. Defensor (ISFJ): Protetores, acolhedores e empáticos, tendem a acolher as pessoas que gostam com muita empatia e generosidade. Exemplos: Beyoncé, Rainha Elizabeth II;
  3. Executivo (ESTJ): Honestos e bons administradores, são os melhores gestores, seja de negócios ou de pessoas. Exemplos: Frank Sinatra, John D. Rockefeller;
  4. Cônsul (ESFJ): Atenciosos, sociáveis e extremamente populares, estão sempre dispostos a oferecer ajuda. Exemplos: Bill Clinton, Steve Garden

Exploradores ou Artesãos

  1. Virtuoso (ISTP): Práticos e ousados, procuram sempre consertar problemas com criatividade. Exemplos: Michael Jordan, Indiana Jones;
  2. Aventureiros (ISFP): Artistas e flexíveis, gostam sempre de explorar novas experiências. Buscam sempre contestar padrões. Exemplos: Michael Jackson, Britney Spears
  3. Empresários (ESTP): Inteligentes e cheios de energia, adoram assumir riscos. Exemplos: Madonna, Ernest Hemingway;
  4. Animador (ESFP): Animadores e espontâneos, estão sempre tentando motivar os outros. Exemplos: Serena Williams, Adele.

E na minha empresa, como isso ajuda?

A resposta é simples, você pode usar essas informações para reorganizar os demais colaboradores em posições em que eles serão mais produtivos! Por exemplo, um Animador deve estar em uma função de motivar e puxar a produtividade dos demais funcionários, enquanto um protagonista deve assumir uma posição de liderança e assim por diante. Tendo essa observação e reorganização, você terá funcionários mais motivados, confortáveis e, consequentemente, mais produtivos.

Gostou do post? Compartilha com quem você acha que vai gostar também! Se quiser saber mais sobre como aplicar técnicas relacionadas à personalidade e ao comportamento na sua empresa, entre em contato com a Gente Mais Consultoria que nós te ajudamos!

*Estagiário Gente Mais sob supervisão da jornalista Thayná Fogaça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *